Atualidades

Moto elétrica precisa de CNH? Confira 7 modelos de motos que não precisam de CNH

Moto elétrica precisa de CNH?
Foto: Fonte Divulgação

Augusto de Souza – 12h16 – 11/03/2023

Por ser muito eficiente e com menor impacto ambiental, muitas pessoas optam por escolher esse tipo de moto, já que não existe consumo de combustível. 

Diferente de muitos modelos de motos convencionais, alguns modelos de motos elétricas ainda não exigem que o condutor possua CNH. 

Se você é iniciante em pilotar motos, saiba que uma moto elétrica por ter velocidade limitada, pode ser uma ótima escolha para você que quer começar a pilotar.

Portanto, para lhe ajudar com esse assunto, separamos a seguir sete modelos de motos que ainda não exigem CNH. Se o que você busca é mobilidade urbana e acessível, certamente as motos elétricas são sua melhor escolha.

Porém, antes de entender sobre as sete motos que não exigem CNH, saiba que as leis podem mudar de um estado ou país para o outro, portanto sempre cheque as leis antes de sair com sua moto.

O que é uma moto elétrica?

moto elétrica com mulher pilotando
Foto: Fonte Divulgação

Basicamente falando uma moto elétrica, é um veículo de duas rodas movido por um motor elétrico, que diferente dos modelos tradicionais não usa combustão interna para se locomover.

Uma moto elétrica scooter por exemplo, em vez de usar gasolina usa outro combustível, ou seja a eletricidade que alimenta as baterias recarregáveis da moto.

O impulsionamento da moto é dado pelas baterias, que são carregadas em uma tomada comum e oferece energia para dar impulso ao motor elétrico 

VEJA TAMBÉM:

Outro fator importante entre as vantagens de obter uma moto elétrica, é que ela é muito silenciosa e não emite poluentes nocivos ao meio ambiente. Porém, seu desempenho e velocidade são aquém das motos convencionais.

Se o que você busca é um meio de transporte sustentável e econômico em termos de combustível, você precisa de uma moto elétrica.

As motonetas elétricas são motos baratas para manter, já que não precisam de óleo, filtro de ar, ou outros componentes necessários para um motor a combustão, que usa gasolina aditivada ou comum. 

Como funciona o sistema de uma moto elétrica?

Moto elétrica precisa de CNH: sistema moto elétrica
Foto: Fonte Divulgação

O sistema de uma moto elétrica funciona basicamente alimentada por uma bateria de Íons de lítio, que é carregada através de uma tomada comum. 

Essa bateria alimenta o motor para que a motocicleta consiga se mover, lembrando que o motor não é igual às motos tradicionais, é um motor elétrico. 

Então, quando você pressiona o acelerador, um sinal elétrico é enviado para o controlador, no qual regula a potência que é fornecida pelo motor elétrico. E através de uma transmissão traseira, o motor faz com que o sistema seja acionado e a moto consiga andar.

O sistema da moto elétrica, é diferente das motos tradicionais por exemplo: não há embreagem ou transmissão para trocar marcha, o que deixa a moto elétrica ainda mais fácil de andar.

O motor elétrico faz com que a moto seja muito mais silenciosa e não produz poluição. 

Continue lendo e veja qual moto eletrica precisa de CNH. 

O desempenho e autonomia de uma moto elétrica, depende muito do tamanho de sua bateria e também do consumo de energia da motocicleta. 

A autonomia com uma moto elétrica é garantida para atender suas necessidades diárias de deslocamento. Mas saiba que você pode precisar recarregá-la com mais frequência do que abastecer uma moto com gasolina.

Qual a diferença entre uma moto elétrica e uma moto a combustão?

moto elétrica e a combustão
Foto: Fonte Divulgação

O modelo elétrico é movido por um sistema elétrico, essa é uma das principais diferenças entre uma moto elétrica e uma moto a combustão. 

Mas, uma das principais diferenças está no sistema de alimentação, que a moto elétrica precisa de uma bateria recarregável, enquanto a moto a combustão é movida por combustão interna, ou seja, queimando combustível para gerar sua própria energia. 

Abaixo, separamos uma lista com as principais diferenças que você precisa conhecer entre uma moto a combustão e uma moto elétrica que não precisa de habilitação. 

Algumas das principais diferenças são:

Desempenho

As motos elétricas têm torque imediato e são mais silenciosas do que as motos comuns. Por outro lado, as motos a combustão ou motos de trilha, tendem a ter uma aceleração mais rápida em altas velocidades.

Manutenção

Por terem menos peças e menos fluidos, (como o óleo) isso significa que os modelos elétricos exigem menos manutenção e têm menor probabilidade de apresentar problemas mecânicos.

Emissões

Quando pensamos pelo lado ambiental, as motos elétricas não emitem gases poluentes durante a sua utilização, enquanto as motos a combustão emitem dióxido de carbono (CO2), monóxido de carbono (CO), hidrocarbonetos (HC) e óxidos de nitrogênio (NOx).

Custo

Já que a eletricidade é mais barata do que a gasolina ou o diesel,  as motos elétricas têm um custo de aquisição mais elevado do que as motos a combustão, mas o custo de operação pode ser mais baixo a longo prazo.

Autonomia

A autonomia das motos elétricas está aumentando à medida que a tecnologia das baterias melhoram.

As motos elétricas geralmente têm uma autonomia menor do que as motos a combustão, o que significa que precisam ser recarregadas com mais frequência. 

Ruídos

Se a comparação for em ruídos a moto elétrica é muito mais silenciosa do que motos a combustão. 

Porém, isso também pode representar um risco de segurança, já que as motos elétricas são menos perceptíveis para pedestres e outros motoristas. De toda forma, qualquer que seja o tipo de moto, a importância de revisar frequentemente é essencial.

Quais as vantagens de utilizar uma moto elétrica nas cidades?

carregando uma moto elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Atualmente, existem muitas vantagens em usar uma moto elétrica na cidade, aqui estão as principais delas:

Não emitem poluentes

Como dito acima, esse é um grande diferencial das motos elétricas, por não emitir poluentes como gases de escape nocivos, a moto se torna uma opção econômica e amigável do meio ambiente.

Mais baratas para operar 

Já que a eletricidade é mais barata que a gasolina ou diesel, as motos elétricas certamente são uma opção mais em conta para você andar no dia a dia. 

Facilidade de uso

Por ser fácil de usar, chama mais atenção de quem está pretendendo começar a pilotar, e também ser uma moto elétrica que não precisa de CNH.

Regeneração de energia

As motos elétricas mais novas já possuem a tecnologia de regeneração de energia, ou seja ela mesmo já consegue recarregar a sua bateria enquanto está em movimento, essa certamente será uma das melhores ideias para aumentar a autonomia desse tipo de moto. 

Afinal, a moto elétrica precisa de CNH?

Afinal, a moto elétrica precisa de CNH: casal de moto
Foto: Fonte Divulgação

A resposta é que alguns modelos de motos não precisam de CNH para ser pilotada. 

Atualmente muitas pessoas não possuem a carteira nacional de habilitação (CNH), mas isso não significa que não pode se locomover de maneira rápida e fácil pela cidade.

Algumas motos elétricas não precisam de CNH, sendo assim, a seguir vamos mostrar os modelos mais comuns que atualmente não precisam de habilitação para serem pilotadas.

Mas, vale lembrar que essa regra não se aplica para todas as regiões do país, por exemplo no Rio Grande do Sul essa regra não se aplica. 

Portanto, saiba que nesses locais em que não são aceitos, se você não tiver a habilitação mínima seu veículo pode ser recolhido pelas autoridades. 

Vale lembrar também que é preciso usar todos os equipamentos de segurança e a moto precisa ser pilotada por uma pessoa maior de idade.

Moto elétrica precisa de CNH? Em quais modelos de motos elétricas sou obrigado a portar CNH?

Como já sabemos, não são todos os modelos de motos elétricas que podem ser pilotadas sem CNH. Veja a seguir, alguns modelos que separamos e que se você optar por alguma delas, vai precisar de habilitação para pilotar.

Muuv Chopper SE

Muuv Chopper SE
Foto: Fonte Divulgação

A Chopper SE possui um design único inspirado nas motos chopper americanas, com um assento largo e baixo e guidão alto. 

Ela também conta com um painel digital que exibe informações sobre a velocidade, a carga da bateria e a distância percorrida, além de freios a disco nas rodas dianteira e traseira e suspensões dianteira e traseira para garantir uma condução confortável e segura.

Esse é um dos modelos com design mais elegantes, porém é preciso de CNH para pilotar.

Shineray SE1 lítio

Shineray SE1 lítio
Foto: Fonte Divulgação

A Shineray SE1 lítio é uma moto elétrica produzida pela fabricante chinesa Shineray. E que também é preciso ter CNH para pilotar.

Ela possui um motor elétrico de 3,0 kW e uma bateria de lítio removível de 72V 45Ah que pode ser carregada em cerca de 4 horas. A moto tem autonomia de cerca de 80 km em uma única carga e pode atingir uma velocidade máxima de 90 km/h.

Muuv Custom L

Muuv Custom L
Foto: Fonte Divulgação

Com seu motor elétrico de 3,0 kW e uma bateria de lítio removível de 72V 32Ah que pode ser carregada em cerca de 6 horas. 

Esse novo modelo de moto pode atingir uma velocidade máxima de 60 km/h. E por isso precisa de equipamentos de segurança, assim como CNH para poder andar nas ruas.

Quais equipamentos de segurança são obrigatórios ou importantes ao pilotar qualquer moto?

Moto elétrica precisa de CNH: equipamento de segurança de uma moto
Foto: Fonte Divulgação

Existem alguns equipamentos que são obrigatórios ao pilotar uma moto, seja ela elétrica ou não, a segurança deve vir em primeiro lugar. Os equipamentos de acordo com a legislação de trânsito brasileira são:

Capacete

O capacete é o principal elemento que você precisa para pilotar uma moto. Ele deve estar em bom estado, com a viseira limpa e sem rachaduras. Certifique-se que o modelo que você usar é aprovado pelo Inmetro e esteja devidamente certificado com o selo do órgão.

Luvas

Depois do capacete, esse é outro acessório que deve ser usado ao pilotar uma moto.

Com o uso de luvas você tem uma melhor aderência nas mãos ao guidão da moto e para proteger as mãos em caso de queda, dependendo do estado as luvas de moto são obrigatórias.

Jaqueta com proteção

A jaqueta com proteção é uma ótima escolha para proteger o corpo de insetos ou até mesmo em caso de acidentes. Ela deve ser feita de material resistente e possuir protetores nos cotovelos e ombros.

Calça com proteção

Escolha uma calça que tenha um material resistente e com protetores nos joelhos, para que possa lhe proteger em casa de acidentes. 

Botas ou calçado fechado

Botas ou sapatos que cubram todo o pé, também fazem parte dos acessórios de segurança para pilotar qualquer moto, lembre-se que pilotar qualquer veículo de chinelos ou calçados abertos é proibido pela Lei de Trânsito Brasileira.

Diferenças entre bicicletas elétricas e motos elétricas

e-bike elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Uma das principais diferenças entre bicicletas elétricas e motos elétricas é a potência, as bicicletas elétricas possuem pequenos motores que podem chegar até 350W.

As bicicletas elétricas também possuem um pedal que pode ser usado para assegurar o funcionamento do motor quando o condutor pedalar. Sua velocidade pode chegar até 25 km/h.

Já as motos elétricas possuem uma bateria onde seria o tanque de combustão de motos convencionais. E ela também não possui escapamentos. Os dois modelos mais conhecidos são: motocicletas e Scooter. 

As motos dos modelos Scooter são aquelas tradicionais lambretas que certamente você já viu alguma por aí. E também não há prejuízo em deixar o veículo parado, caso você não seja um motociclista que transita muito com seu veículo por aí, mas esta mesma regra não se aplica a veículos a combustão interna.

Scooter elétrica precisa de CNH para ser pilotada?

Scooter elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Atualmente no Brasil, existem alguns modelos de Scooters elétricas que não precisam de habilitação para serem pilotadas, são aquelas com potência máxima de até 50 cilindradas e que alcançam uma velocidade de 25km/h para trazer maior segurança aos seus condutores.

Esses modelos não precisam ter uma CNH para pilotar, porém o condutor precisa ser maior de 18 anos. 

Os modelos que necessitam do CNH são os modelos de Scooters elétricas precisam de CNH, são os modelos que estão acima dessa potência. Verifique as leis do seu estado para esse tipo de moto elétrica, já que isso pode mudar de uma região para outra.

Moto elétrica precisa de CNH? Qual a scooter elétrica não precisa de habilitação?

Scooter elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Os modelos de Scooter elétricas que não precisam de habilitação alcançam apenas 25 km/h, são práticas e muito econômicas, veja abaixo, um modelo scooter que não precisa de CNH.

Caloi Mobylette Elétrica

Caloi Mobylette Elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Pesando apenas 29,7 hg e com pedais para ajudar na potência, esse é um modelo de scooter que não precisa de CNH. 

Bem leve e prática de andar na rua. Atualmente esse é um dos modelos mais procurados no mercado, pois possui um preço em conta e é muito prática para o dia a dia.

Moto elétrica precisa de CNH? O que diz a lei e o código de trânsito brasileiro sobre CNH para motos elétricas

As motos elétricas que não precisam de habilitação são chamadas e-bike, segundo a lei de trânsito brasileiros que diz: 

 “Para ser uma e-bike o veículo pode ter no máximo 350 wtts de potência e velocidade de 25 km/h sem punho de aceleração, somente um pedal. Esta moto não precisa ser emplacada ou ter habilitação.”

Portanto, para conduzir uma e-bike sem CNH, é preciso que sua velocidade máxima seja de até 25 km/h.

Qual a autonomia de uma moto elétrica?

moto elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Alguns fatores podem influenciar na autonomia de uma moto elétrica, são eles: bateria, o motor elétrico, o peso da moto e o estilo de pilotagem do condutor. 

Abaixo, listamos três exemplos de motos elétricas com suas respectivas autonomias:

Zero SR/F

Zero SR/F
Foto: Fonte Divulgação

Um dos modelos mais procurados atualmente, é uma moto elétrica de alta performance da marca Zero.

Sua autonomia é de cerca de 160 km em uma única carga e pode atingir uma velocidade máxima de 200 km/h.

Harley-Davidson Livewire

Harley-Davidson Livewire
Foto: Fonte Divulgação

Esse é outro modelo da icônica marca Harley-Davidson. Sua autonomia é de cerca de 150 km em uma única carga e pode atingir uma velocidade máxima de 177 km/h. Porém esse é um dos modelos que precisa de CNH para ser pilotado. 

Energica Ego

Energica Ego
Foto: Fonte Divulgação

A Energica Ego possui uma autonomia de incríveis 200 km em uma única carga, podendo chegar a uma velocidade de 240 km/h. É simplesmente um modelo incrível de moto elétrica. 

Como carregar a bateria de uma moto elétrica?

moto elétrica a carregar
Foto: Fonte Divulgação

Para saber como carregar uma bateria de moto elétrica, isso pode variar de um fabricante para outro, aqui estão alguns passos básicos que normalmente é preciso. Lembre-se de manter sua bateria carregada e evite falhar ou engasgar sem carga na bateria.

Conecte a moto elétrica a uma fonte de energia 

A maioria das motos elétricas vem com um cabo de carregamento que pode ser conectado a uma tomada padrão.

Depois disso, verifique o nível de carga que ainda resta na bateria, faça isso antes de conectar a fonte de energia. Isso é importante para você saber quanto tempo sua moto vai precisar ficar conectada para completar a carga. 

Logo após, encontre a porta de carregamento que fica na moto elétrica e conecta o cabo do carregador.

Agora espere até que sua moto seja carregada completamente. Isso certamente levará algumas horas dependendo do nível de carga da bateria e também do seu tipo de carregador.

Se alguma luz do painel acender, veja no manual do usuário o que pode significar. Como dito acima, isso pode variar de um modelo para o outro. 

Por último desconecte o cabo da tomada quando a bateria estiver completamente carregada, desconecte também o cabo que está conectado na moto.

Moto elétrica precisa de CNH e de placa para transitar?

moto elétrica precisa de CNH: moto
Foto: Fonte Divulgação

Assim como a CNH, você também pode estar com dúvidas sobre se a moto elétrica precisa de placa. 

Bem, parecido com as regras da habilitação, as motos elétricas que alcançam apenas 25 km/h não precisam de placa. Segundo a lei esses modelos se encaixam na categoria de e-bikes.

Assim como dissemos acima, e-bikes são as motos elétricas com 350 watts de potência e uma velocidade máxima de 25 km/h sem acelerador, apenas pedal. Esta não necessita de emplacamento ou habilitação.

Em quais locais uma moto elétrica pode circular?

Se você quiser se locomover de forma rápida e prática no seu dia a dia, você precisa andar com uma moto elétrica no seu dia a dia.

Porém, é importante que você saiba as leis que regem cada veículo, principalmente de veículos elétricos, sem falar que é importante ter um seguro de moto, para se proteger de acidentes, roubos ou furtos.

Sendo assim, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), assim como as outras motos de combustão, as motos elétricas também podem circular em vias públicas, desde que estejam registradas, respeitando as leis e limites de velocidade, assim como equipamentos obrigatórios de segurança.

O CTB recomenda que você faça a devida manutenção do veículo, como manutenção básica que precisa para manter a segurança, por exemplo: a verificação de pneus que devem estar calibrados da maneira correta, também os componentes elétricos e precisam estar em bom estado para não causar perigo ao condutor.

Mesmo sendo um veículo elétrico com baixa potência, o condutor precisa estar ocupado com os devidos equipamentos de segurança, como o capacete, protetor de joelhos, colete e luvas.

Confira 7 modelos de motos elétricas que não precisam de CNH

1 – Moto eletrica precisa de CNH? Two Dosg Pliage

Two Dosg Pliage
Foto: Fonte Divulgação

Um dos modelos mais novos e mais procurados é a Two Dosg Pliage, esse é um dos modelos que não exigem que o produtor tenha CNH para pilotar.  Sua bateria é totalmente recarregável, e cada carga dura em torno de 8 horas.

2 – Caloi Mobilete

moto elétrica precisa de CNH: caloi mobilete
Foto: Fonte Divulgação

Aqui está outro exemplo de moto que também não precisa de CNH para ser conduzida no Brasil. Seu motor possui 350 watts de potência, com duas formas de acionamento e pelo movimento dos pedais e outro pela acelerador acoplado ao display.

3 – Zero Luna

Zero Luna
Foto: Fonte Divulgação

Outro modelo também com 350w de  potência e com velocidade máxima de 25 km/h, é um modelo perfeito para você se locomover no seu dia a dia de forma rápida e fácil. 

4 – Tailg Junior

Tailg Junior
Foto: Fonte Divulgação

A Tailg Júnior é outro exemplo que você pode adquirir e pilotar sem CNH. A autonomia dessa moto elétrica é de 35 km por carga de bateria. 

5 – Motocicleta que não exige CNH no Brasil: Tailg Dyfly

moto elétrica
Foto: Fonte Divulgação

Com velocidade máxima de 25 km/h, esse também é o modelo que não vai exigir que você tenha a CNH para pilotar, a autonomia da bateria é de 45 km por carga.

6 – Smart Bike

Smart Bike
Foto: Fonte Divulgação

E o que você procura é motoneta elétrica para ser pilotada em vias públicas, a Smart Bike não pode ficar de fora. 

Esse é o modelo preferido por pessoas que moram em grandes cidades e precisam da locomoção mais rápida para chegar ao trabalho.

7 – Mobi S1

moto elétrica precisa de CNH: Mobi S1
Foto: Fonte Divulgação

Por último temos a Mobi S1, com design menos tradicional, e um motor de 240 W, esse é mais um dos modelos que também não precisa de CNH no Brasil, a autonomia da bateria é de 40 Km por carga.

Leia mais: Posso lavar o motor do carro? Conheça os riscos

Conclusão sobre: moto elétrica precisa de CNH?

Agora que já sabe qual moto eletrica precisa de CNH, deixe um comentário em nosso post, compartilhe com seus amigos em redes sociais, existem mais pessoas por aí que também precisam dessas informações.

E obrigado por ficar até aqui, até mais.

Augusto de Souza
Augusto de Souza: Ex funcionário do Grupo Fiat, hoje profissional da área de marketing digital, focado em estratégias de SEO, redator e apaixonado por carros. Frequenta eventos automobilísticos e estuda muito o mercado de automóveis. Adora escrever para o blog periodicamente trazendo tudo o que há de interessante no mundo automotivo para agregar aos leitores.

    Você pode gostar

    Os comentários estão fechados.

    Mais em:Atualidades