Atualidades

Leilão judicial de veículos vale a pena? entenda como funciona

Leilão judicial de veículos
Foto: Fonte / Freepik

Augusto de Souza – 18h55- 10/03/2023

Se você deseja economizar e realizar esse sonho, considere participar de leilões judiciais. Ao participar de um leilão judicial, você pode encontrar o carro dos seus sonhos a um preço acessível.

Entretanto, é fundamental que você esteja ciente de que esse tipo de negócio difere das compras em concessionárias.

Aqui, você precisará ter uma abordagem mais criteriosa e cautelosa, para não acabar adquirindo um carro com problemas.

Embora existam riscos envolvidos, vale a pena considerar essa opção, já que os preços costumam ser bastante convidativos.

VEJA TAMBÉM:

Nesse sentido, fornecemos algumas informações sobre como funcionam os leilões judiciais de veículos, bem como algumas dicas úteis para evitar dores de cabeça na hora da compra.

Não deixe de conferir abaixo!

Leilão judicial de veículos: o que é?

cuidados com frota de carros
Foto: Fonte / Freepik

O leilão judicial é um procedimento oficial que é determinado pelo juízo competente para expropriar bens de pessoas que estejam em dívida, a fim de obter os recursos necessários para quitar os débitos.

Para esse fim, o leilão é responsável por converter em dinheiro os valores devidos, após a verificação e a sentença das dívidas.

Assim que o leiloeiro é designado pelo juiz, ele recebe uma comissão de 5% sobre o valor da arrematação, que é paga pelo arrematante. Isso está de acordo com a Lei 21.9811/32.

Depois de nomeado, o leiloeiro tem acesso aos autos e inicia o processo de preparação do leilão do veículo.

Nesse caso, é ele quem estabelece a data da primeira e segunda praças, oferece os bens ao público, abre as ofertas online e submete o arremate ao juiz para aprovação.

Esses leilões são realizados quase semanalmente em várias cidades do país. É possível encontrar carros com menos de 10 mil quilômetros rodados, veículos apreendidos em blitz policial que estão nos pátios do Detran ou até mesmo carros retomados pelos bancos por falta de pagamento das parcelas do financiamento.

No entanto, é importante lembrar que adquirir um carro em um leilão judicial não é tão simples quanto comprar em uma concessionária.

É fundamental fazer uma análise rigorosa para evitar problemas. Embora o preço seja bastante atrativo, é preciso estar atento às condições do veículo.

Em suma, um leilão judicial é uma opção viável, mas é necessário tomar algumas precauções.

Como é divulgado um leilão judicial de veículos?

leilão judicial de veículos
Foto: Fonte / Freepik

Existem diversas estratégias utilizadas para ampliar a divulgação do leilão, além da publicidade legal obrigatória.

Uma das iniciativas que contribuiu para aumentar ainda mais a visibilidade do evento foi a publicação de uma resolução pelo CNJ (Conselho Nacional da Justiça) há alguns anos, determinando a realização do leilão online.

Com essa medida, o alcance da divulgação foi ampliado, permitindo que qualquer pessoa pudesse acompanhar os lances sem precisar estar fisicamente presente no local do evento.

Como resultado, a iniciativa gerou maior interesse e atenção por parte do público.

Como são definidos os valores de um leilão judicial de veículos?

carro de leilão
Foto: Fonte / Freepik

Para obter êxito em um leilão, é essencial que o valor inicial do bem seja atraente e não exceda os valores de mercado.

As pessoas que participam desses eventos geralmente buscam boas oportunidades, portanto, o bem é anunciado pelo seu valor de avaliação na primeira praça.

Caso não haja interesse, o juiz pode determinar uma segunda praça, onde o bem é ofertado por 50% do valor inicial.

Após arrematar um automóvel em um leilão, algumas situações podem atrasar a aprovação da venda, como os recursos de embargos de arrematação, que podem ser apresentados pelo executado.

É importante lembrar que o leilão deve satisfazer o crédito do devedor, sem prejudicá-lo. Ou seja, se o veículo foi vendido por R$ 50 mil e a dívida era de R$ 40 mil, o excedente é devolvido ao devedor.

Cuidados ao adquirir um carro em um leilão judicial de veículos

A seguir, serão apresentados alguns aspectos relevantes que devem ser considerados antes de comprar um carro em um leilão judicial de veículos, a fim de que o entendimento seja claro e completo.

Procedência do leilão

carros de leilão
Foto: Fonte / Freepik

Antes de efetuar a compra de um veículo em um leilão judicial, é crucial realizar uma série de pesquisas para tomar uma decisão informada.

Em primeiro lugar, é necessário investigar a procedência da leiloeira, analisando seu site e reputação online, sempre que possível.

É recomendado, também, conversar com pessoas que já adquiriram um veículo com a empresa para ter uma ideia clara de como funciona todo o processo de compra.

Além disso, é importante fazer uma pesquisa detalhada sobre o valor do veículo no mercado no momento em que ocorrer o arremate.

Desse modo, você poderá evitar pagar mais do que o valor justo do produto, o que pode representar um prejuízo financeiro significativo.

Portanto, é essencial estar atento a essas questões para realizar um negócio seguro e vantajoso.

Verifique bem o visual do veículo

Leilão judicial de veículos
Foto: Fonte / Freepik

Nos leilões de automóveis, devido ao fato de que não se permite realizar um test drive antes da compra do veículo, os potenciais compradores enfrentam uma situação desafiadora.

Nesse caso, a verificação dos veículos é meramente visual e ocorre apenas nos dias que antecedem o evento, o que pode ser insuficiente para avaliar as condições gerais do carro.

É importante lembrar que os automóveis colocados em leilão geralmente são recuperados pelos bancos ou seguradoras após sofrerem sinistros e, portanto, podem apresentar problemas significativos no motor e no câmbio.

Nesse contexto, é altamente recomendável ter um mecânico de confiança que possa verificar o veículo antes da compra.

Desse modo, os potenciais compradores podem ter mais segurança na hora da tomada de decisão e evitar surpresas desagradáveis após a aquisição.

Verifique bem a parte externa

Ao considerar a compra de um veículo em um leilão, é crucial que você faça uma verificação cuidadosa e meticulosa de todos os aspectos do automóvel.

Primeiramente, é essencial que você preste atenção aos mínimos detalhes da pintura, lataria, vidros, chassi, pneus e quaisquer outros acessórios.

Além disso, é altamente recomendável que você anote todas as suas observações detalhadamente, uma vez que você não terá a oportunidade de ver o veículo novamente antes do leilão.

Por outro lado, se você está buscando adquirir carros com defeitos estéticos, visando um preço mais em conta, é importante que você também verifique a mecânica do veículo.

Para tanto, certifique-se de que o motor e os sistemas mecânicos estejam em boas condições e funcionando adequadamente.

Entretanto, não se deixe levar apenas pelos descontos oferecidos nos leilões. Se o veículo não estiver em boas condições, os custos de reparo podem superar o valor economizado na compra.

O pagamento é à vista

Leilão judicial de veículos
Foto: Fonte / Freepik

Antes de começar a dar os lances, é importante que você tenha um dinheiro reservado para conseguir pagar o leilão.

Além disso, em geral, é preciso efetuar o pagamento até 48 horas após o arremate. Por conseguinte, é necessário estar atento a esse prazo e lembrar que o pagamento deve ser feito à vista na maioria dos leilões.

Consequentemente, caso você arremate o veículo e não tenha o valor para pagá-lo, poderá ser penalizado.

Por isso, é crucial sempre pesquisar as regras do leilão antes de participar. Assim, você evitará surpresas desagradáveis e garantirá uma transação segura e bem-sucedida.

Fique atento aos débitos

Existem possibilidades de se deparar com pendências financeiras, tais como débitos de IPVA, DPVAT e multas, quando se trata da compra de um carro em leilão.

Essas informações são disponibilizadas em uma folha anexada ao para-brisa do veículo, facilitando a consulta durante as visitas.

Além disso, é importante ressaltar que tais informações também devem estar presentes nos editais divulgados nos sites das empresas responsáveis pelo leilão.

Ao adquirir um carro em leilão, é crucial verificar outras informações relevantes, como o motivo pelo qual o veículo foi levado a leilão, a situação do documento, a existência de qualquer alteração em suas características e a necessidade de remarcação do chassi em decorrência de acidentes ou sinistros.

Coloque no orçamento os custos com a manutenção

Leilão judicial de veículos
Foto: Fonte / Freepik

Levando em consideração não apenas os custos com a documentação e os débitos pendentes, mas também os custos possíveis de reparos, é altamente recomendável que você tenha a presença de um mecânico durante a revisão do automóvel.

Além disso, negligenciar essa etapa pode resultar em despesas muito mais elevadas a longo prazo, mesmo que você tenha economizado na compra do carro inicialmente.

Portanto, é importante que você esteja ciente desses possíveis custos adicionais e tome medidas para evitá-los.

Leilão judicial de veículos: afinal, vale a pena?

carros de leilão
Foto: Fonte / Freepik

A decisão de adquirir um carro em um leilão judicial de veículos depende de diversos fatores.

Primeiramente, é importante considerar as suas necessidades e a condição do automóvel disponível para compra.

Em seguida, é preciso avaliar as vantagens em relação a outras opções de aquisição, tais como financiar um carro novo e enfrentar a possibilidade de não conseguir arcar com as prestações.

Além disso, uma das principais vantagens de comprar um carro em um leilão judicial é que os preços dos veículos costumam ser bastante atraentes.

Leia mais: Como saber se um carro é econômico? Opinião de especialistas

Por essa razão, é altamente recomendável que você pesquise minuciosamente os veículos disponíveis para verificar se algum deles atende às suas expectativas e necessidades.

Portanto, se você está pensando em adquirir um carro, moto, caminhão por valores muito abaixo do praticado pelo mercado, confie em uma plataforma especializada em leilão judicial para te ajudar a fazer um excelente negócio.

Augusto de Souza
Augusto de Souza: Ex funcionário do Grupo Fiat, hoje profissional da área de marketing digital, focado em estratégias de SEO, redator e apaixonado por carros. Frequenta eventos automobilísticos e estuda muito o mercado de automóveis. Adora escrever para o blog periodicamente trazendo tudo o que há de interessante no mundo automotivo para agregar aos leitores.

    Você pode gostar

    Os comentários estão fechados.

    Mais em:Atualidades