Curiosidades

A multa mais cara do mundo chegou a quase R$ 6 milhões

multa mais cara do mundo: velocímetro

Este fato ocorreu na Suíça, onde um modelo SLS AMG esportivo da marca Mercedes passou dos limites de velocidade, determinados pela legislação do país.

Agente de trânsito
Foto: Divulgação/Velozes e Curiosos

Quem cometeu a multa?

Tudo aconteceu quando um homem sueco de 37 anos, que não teve seu nome revelado pela polícia local, foi pego dirigindo a mais de 290 km/h em uma rodovia que liga a cidade de Berna a Lausanne.

Veja também:

O limite máximo de velocidade para a estrada e pela legislação da Suíça, é de 120km/h, ou seja, foram computados 170 km/h a mais do que o permitido.

Mercedes SLS AMG
Foto: Divulgação/Velozes e Curiosos

Porque esta multa é tão cara?

O maior problema e que possivelmente o sueco não sabia, é que na Suíça a lei determina que os valores de multas e impostos, são estabelecidos conforme a riqueza da pessoa que cometera a infração, no caso o motorista da Mercedes.

Nada mais justo, né? Quem tem mais paga mais.

Além da implementação da gravidade conforme a renda do multado, a velocidade é outro agravante que pode onerar ainda mais uma multa de trânsito, e 290 km/h pode acarretar em um grave acidente.

Como o motorista é bem rico e estava em uma situação de infração gravíssima, teve que pagar aos órgãos de trânsito suíços e ao governo a quantia de CHF 1,8 Milhões de francos suíços, que equivale a bagatela de R$ 5.288.976,00, meio salgado, não acham?

Radar de velocidade
Foto: Divulgação/Velozes e Curiosos

Como será o pagamento da multa mais cara do mundo?

O motorista sueco deve pagar 3,6 mil francos suíços por dia, num total de 300 dias, que equivale ao valor milionário mencionado.

Em janeiro de 2019, o mesmo motorista sueco, havia levado outra multa que chegou ao valor de R $540,000,00 que até então era o maior recorde computado.

As autoridades locais já fizeram os cálculos dos valores mas ainda não foram aplicados.

“Nada pode justificar a velocidade registrada de 290 km/h, é inaceitável”, disse o porta-voz da polícia local, Benoit Duma. 

“Não foi possível controlá-lo nesta velocidade. Foram necessários cerca de 500 m para fazê-lo parar o carro”. Concluiu.

Autor:

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.

Mais em:Curiosidades