Técnica

Carro não pega: entenda os principais problemas e defeitos

carro não pega: Fusca Vermelho
Foto: Fonte / Pexels

13 de Outubro de 2022

Sabemos que um veículo é algo fundamental em nossa vida. Para as pessoas que usam diariamente para ir até seu trabalho ou apenas nos finais de semana, o veículo se torna insubstituível para irmos aonde quisermos.

Porém, não existe algo mais desesperador do que precisar usar seu veículo e ele não funcionar.  Muitas vezes precisamos até chamar um serviço de guincho.

A parte mecânica de um veículo é algo complicado, e por isso, deve receber os devidos cuidados. No entanto, existem diversos itens que podem ajudar a identificar um possível defeito quando seu veículo não pega.

Veja também: Dicas de como manter a cor do carro por mais tempo.

Carro não pega: verifique o funcionamento do motor

fusca azul estacionado
Foto: Fonte / Pexels

Quando você for ligar seu carro e ele não pegar, antes de tentar descobrir quais os possíveis problemas e causas dessa falha, é importante que você entenda o que está acontecendo no momento em que a chave do carro é girada para acionar o motor.

A seguir, veja os protagonistas dessa atividade e como é o funcionamento do motor na prática.

VEJA TAMBÉM:

Veja os componentes do motor

componentes do motor
Foto: Fonte / Freepik

O motor do seu veículo precisa de três componentes para se manter funcionando: o primeiro é o combustível, seguido do oxigênio e do calor. O calor é fornecido através de uma centelha ou faísca gerada no momento em que é dada a partida.

Portanto, a soma desses três ingredientes resulta na combustão, que faz com que os pistões se movimentam e sejam realimentados pelo combustível inserido.

Portanto, se algum desses três itens responsáveis pelo mecanismo falhar, o veículo não irá  pegar ou engasgar.

Sobre o funcionamento do motor

Carro não pega
Foto: Fonte / Freepik

Então, como funciona o processo de ignição do motor? Vamos lá, primeiramente acontece a combustão interna, isto é, acontece uma explosão dentro do cilindro onde é gerado calor e energia cinética.

Portanto, cerca de 70% dessa energia gerada por essa explosão se transforma em calor, que precisa ser dissipado para não acontecer o superaquecimento desse componente, bem como a sua fundição.

Veja a seguir como acontece as 4 fases do funcionamento do motor:

Carro não pega: processo de admissão

Esse é um período onde a bateria move o pistão para ocasionar o primeiro giro. Nesta etapa o pistão se afasta para que haja espaço dentro do cilindro para a injeção de ar.

Nesse mesmo tempo, a válvula de entrada se abre para que o ar e o combustível possam entrar no cilindro.

Carro parou: processo de compreensão

Quando todo o combustível e ar necessários entrarem no cilindro, é fechada a válvula para que nada possa escapar.

Então o pistão retorna para que os dois componentes sejam comprimidos e o motor passe para a etapa de combustão.

Processo de combustão

Carro não pega: carro parado na estrada
Foto: Fonte / Freepik

Nessa etapa, a vela de ignição produz uma faísca para que a explosão seja ocasionada, esse processo empurrará o pistão para fora do cilindro.

Dessa forma, ele irá movimentar a biela e virabrequim, fazendo com que as rodas comecem a girar.

Processo de escape

O virabrequim continua a movimentação, fazendo com que o pistão retorne para o interior do cilindro.

O CO2 produzido na explosão é eliminado pela válvula de saída para fora do cilindro. Assim, o motor retorna para a etapa de admissão.

O que verificar quando o carro não pega?

Carro não pega: mecânico
Foto: Fonte / Freepik

Para conseguir ter uma melhor compreensão do problema, é preciso ter uma breve noção das características de mau funcionamento de cada item.

Veja a seguir os principais pontos que podem comprometer o funcionamento da partida do seu veículo e o que fazer em cada situação.

Carga da bateria

Uma das principais causas de seu carro não pegar é a bateria descarregada. Geralmente quando o carro não pega e nem apresenta qualquer sinal de eletricidade disponível, o problema pode estar na falta de carga da bateria.

Portanto, antes de usar seu cartão de crédito e comprar uma nova bateria, verifique se o só precisa virar a chave.  Se o painel não acender e o motor não for acionado, provavelmente o problema seja na bateria.

Carro não pega: Verificar o alternador

O alternador possui uma grande relevância na hora de dar partida no seu veículo.

Ele funciona como um gerador de energia elétrica que permite que a carga da bateria se mantenha constante. Portanto, se houver qualquer defeito nesse componente pode acarretar a descarga da bateria e como consequência comprometendo a partida do motor.

O condutor pode identificar esse problema através do painel do carro. Lá vai ter uma luz que sinaliza em formato de bateria a condição de funcionamento do alternador, se está ou não gerando.

Dessa forma, ao verificar que o veículo não está dando partida, a primeira coisa a fazer é inspecionar essa sinalização no painel do carro. De forma prática, ele deve permanecer apagado quando o motor estiver em atividade.

Verificar o motor de partida

Verificando o motor de partida
Foto: Fonte / Freepik

Se você já estiver verificando as condições do alternador e da bateria e tudo esteja dentro da normalidade, outro possível problema é o motor de arranque.

Para buscar uma solução, você pode verificar se o positivo da bateria está chegando ao motor de arranque.

Além do mais, você pode checar a condição de aterramento do carro. Verifique se o cabo negativo da bateria está encaixado de forma devida no polo negativo da bateria.

Esse cabo negativo é o ponto central  de carga negativa de todo o aterramento do automóvel, por isso, ele deve estar bem apertado e fazendo contato direto com a estrutura do automóvel. Se todos esses itens estiverem funcionando perfeitamente, provavelmente o problema estará no motor de partida.

Verificar a bomba de combustível

bocal de combustível
Foto: Fonte / Freepik

Para finalizar, não podemos deixar de falar da bomba de combustível. Este item é responsável por levar o combustível do tanque do veículo até o circuito de injeção, passando pelo filtro de combustível.

Nos veículos com injeção eletrônica, a bomba realiza a função de manter a pressão ideal para que os bicos injetores possam trabalhar de forma eficaz.

Por isso, qualquer problema na injeção e na alimentação de combustível, o veículo pode não funcionar, portanto, o não funcionamento da bomba pode ser apontado como uma das causas desse problema.

Autor:

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.

Mais em:Técnica