Clássicos

Carros que receberam nomes de pilotos famosos

Carros que receberam nomes de pilotos famosos
Foto: Divulgação/ Auto Esporte

Como surgiu esta ideia?

A ideia das marcas patrocinadoras dos pilotos (principalmente da F1) é divulgar seu carro com uma versão assinada pelo piloto, garantindo assim a qualidade do carro e claro o sucesso da venda; quem não quer um carro com o nome de um piloto de F1?

A montadora acertou em cheio com essa estratégia, e foi o maior sucesso de vendas de todos os tempos, não pelo carro em si, mas pela genialidade de colocar o nome do piloto na tampa do porta-malas.

Os famosos pilotos de F1, realizavam propagandas para seus nomeados automóveis e até os usam no dia a dia, claro que isso também é uma forma de marketing. Um deles é o famoso Monza Classic 500 E.F ou Monza Fittipaldi como é mais conhecido.

Veja Também:

Monza Fittipaldi

Monza Fitipaldi
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos

Testado e aprovado pelo próprio Emerson, o Monza foi um dos primeiros carros no Brasil a contar com injeção eletrônica, com baixo nível de ruídos e outros acessórios disponíveis apenas na linha Fittipaldi, e era considerado carro de luxo da GM na época.

Corsa Piquet

Corsa Piquet
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos

Anos depois, com o sucesso de Monza, a GM tentou novamente com dois modelos populares com o nome do famoso piloto de F1 Nelson Piquet. O primeiro é o Corsa Piquet, que é igual ao Corsa popular, mas com mais alguns incrementos e acessórios.

Apesar do nome do piloto de F1 e das rodas Corsa GSi, o Corsa Piquet é basicamente um modelo Wind/Super com motor 1.0, pintura amarela especial e emblemas estilizados com os tradicionais drops de capacete Piquet. 

Apenas 120 foram produzidos na época para a frota da empresa Arisco, patrocinadora do piloto brasileiro.

Celta Piquet

Celta Piquet
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos

Em 2003, a GM mais uma vez lançou mais uma edição especial chamada  Celta Piquet com o nome do piloto, mas desta vez com um motor 1.0, com saias laterais e dianteiras, rodas de liga leve de 13 polegadas com a mesma pintura amarela e logo Piquet. 

Os Celtas são ainda mais raros: a marca de palha de aço Assolan, fez apenas 30 deste modelos para serem sorteados em um dos seus comerciais de marketing e promoções.

Ambos os carros da GM não tiveram muita fama, muita gente nunca ouviu falar deles, algumas unidades ainda circulam por aí, felizmente aqueles que conseguem comprar o seu.

Há quem diga que um modelo Piquet, pode chegar a quase R $100,00 hoje em dia.

Stilo Schumacher

Stilo Schumacher
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos
Stilo Schumacher
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos
Stilo Schumacher
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos

Há alguns anos, foi a vez da Fiat usar essa estratégia ao lançar o ainda famoso Stilo Schumacher, desenvolvido na época em que o piloto Michael Schumacher era novamente campeão mundial de F1. 

O carro vem com rodas customizadas, com ítens de série únicos para o modelos, e pode bater a marca de 195 km/h, além de ser bastante charmoso. Foi o maior recorde de vendas do modelo no Brasil e deu ao Fiat Stilo uma reputação que continua sendo uma das favoritas de muitos brasileiros.

Escort XR3 Ayrton Senna

Escort XR3 Ayrton Senna
Foto: Divulgação/ Velozes e Curiosos

O piloto mais famoso do Brasil, Ayrton Senna, também tem seu carro, que não leva seu nome, mas Senna teria usou muito o modelo no seu dia a dia, sendo assim, acabou ganhando o patrocínio da Ford e até fazendo alguns comerciais para a marca. 

Era um Escort XR3, e Senna sempre foi flagrado em seu Escort e o usava para ir trabalhar, então o carro também ganhou fama, sendo um dos carros mais vendidos da marca na época.

Conclusão

Muitos outros carros também levam nomes de pilotos famosos de outras partes do mundo e são bem sucedidos e comentados, mas geralmente esses carros são muito relacionados com a velocidade e acabam fazendo com que as pessoas sejam influenciadas e ultrapassem o limite de velocidade, o que pode levar a acidentes graves, desta forma, os atuais grandes fabricantes de automóveis pararam de investir nessa ideia.

Autor:

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.